Como é a metástase óssea

Um tipo de scan que é usado para ver se há metástase usa tracers, de materiais radioativos que produzem radiação gamma. Os raios gamma podem ser “fotografados” por equipamento especializado. Em certo sentido, é o oposto dos raios x. Nos raios x a fonte radioativa é externa ao corpo, atravessa o corpo e marca o filme que está do outro lado do seu corpo. No gamma a estratégia é a oposta: os raios vem de dentro e marcam o filme que está fora do corpo.

Usualmente, escanear os ossos é medida que só se pede a pessoas com cânceres avançados. Usualmente, nos Estados Unidos, urólogos e oncólogos não pedem qualquer tipo de scanning a pacientes com um Gleason de menos de 7 E um PSA de menos de 20 ng/mL.

Se o câncer se tornar sintomático, particularmente com dores, quase sempre se pede um scan.

As micrometástases não aparecem no scan; raramente aparecem antes de cinco anos delas existirem. Um scan negativo não quer dizer, com certeza, que não há metástase. Ela pode ser pequena demais para ser detectada. Se a micrometástase estiver abaixo do nível de detecção do equipamento usado, ela não aparecerá.

Abaixo vemos um scan de um paciente com câncer já metastizado e muito avançado.

Um scan que parece positivo não significa automaticamente câncer. Outras doenças também aparecem nos scans, como algumas artrites.

Os scans mostram que há problemas, mas nem sempre podem dizer quais os problemas.
Há tratamentos que impedem o avanço do câncer temporariamente, como os tratamentos hormonais. Há outros que ajudam os ossos. Há outros, muito usados, que reduzem a dor. Não obstante, continuamos aguardando progressos que permitam curar o câncer ou, pelo menos, impedir a metástase.

About these ads

46 opiniões sobre “Como é a metástase óssea

  1. Boa noite,

    Por favor preciso saber quais as chances de um paciente de 82 nos descobriu há 05 meses cancer de prostata, metastase osséa, e tbm fígado. Esta tomando Amproncur 50mg 04 ao dia e tylex, dipirona para a dor.
    A dor aumentou muitissimo nos ultimos dias.
    Existe cirurgia?
    Quais as chances com quimioterapia?
    Por favor me respondam.
    Muito Obrigada, a pessoa se trata de meu “padrinho de batismo”
    Estou muito preocupada de triste de ve-lo sofrer tanto.
    Um abraço

    Cara Sonia:

    o câncer só foi descoberto quando já estava muito adiantado – com metástase óssea e para o fígado. A químio tem efeitos colaterais mas, se bem sucedida, pode adicionar muitos meses de expectativa de vida além dos que ele tem agora. A terapia hormonal também tem efeitos colaterais que devem ser tomadas em consideração mas, quando bem sucedida melhora muito a qualidade de vida do paciente durante um tempo que raramente é superior a dois anos. Talvez o oncólogo recomende algo mais potente para a dor. Espero que ele esteja sendo tratado por um oncólogo/urólogo e não por um clínico geral. Outras ações, como meditação, relaxamento, oração ajudam.

    Fé e força

    Gláucio Soares

    • ola ,tbem estou enfrentando o mesmo problema com meu pai,é igualzinho prostata com meta nos ossos e figado…olha para a dor a unica coisa que realmente vai tirar a terrivel dor é o medico receitar tramadol com dimorf,que é a morfina …apenas os dois juntos podem aliviar a terrivel dor…estamos sofrendo muito ,mas a quimioterapia esta dando otimos resultados …em primeiro lugar confie em deus que só ele sabe de todas as coisas e em segundo lugar de força a ele e nao o trate como doente ,pois só ele mesmo é quem pode fazer a eficacia da quimio ser cada vez melhor com fé e otimismo…boa sorte
      Vou orar por Mayara e o pai, mas preciso deixar claro que nenhum tratamento ou medicamento é, nem poderia ser, endossado por mim. Sou, apenas, um paciente – leio pesquisas, traduzo e explico. Neste blog, diagnósticos, tratamentos e prognósticos são território exclusivo de oncólogos e urólogos. Quanto às orações, recomendo incondicionalmente. Boa sorte para todos. E notem que as desventuras podem aproximar as pessoas. Isso está acontecendo conosco.
      GLÁUCIO SOARES

  2. meu pai tem cancer de próstata com metastase óssea avançado,com psa=553,está com escara de decúbito em região sacra, porem gostaria de saber se e aconselhavel realizar algum tratamento,como ormonio terapia e cirurgia para retirada da prostata,ou só fará ele sofrer mais em vão

    Cara Silvia: é importante ter um bom médico – oncólogo – e se comunicar bem com ele. Sua descrição é a de um câncer avançado e resta saber se já tentou os vários tipos de terapia hormonal e químio também (Taxotere). Uma pessoa que entenda a língua do médico com facilidade deve ir junto, anotar tudo e trocar em miúdo para quem tiver dúvidas.

    Rezar ajuda.

  3. Olá, meu pai tem 65 anos e há 5 meses foi detectado ca de próstata. Por conta de seu PSA = 3.8,à época, o seu urologista pensou que seu tumor estaria localizado e seria um T1. Mas não foi isso que ocorreu na cirurgia. Já se tratava de um T4 e a cintilografia óssea mostrou metástases no externo e em parte do crânio. Fora a sensação de dor por conta do impedimento da saída da urina por conta do crescimento prostático,ele não sentia nenhum sintoma. Para poder urinar, foi feita uma RTU,que o deixou mais uma vez sem nenhum sintoma. O tratamento hormonoterápico foi muito bem sucedido e seu tumor diminuiu consideravelmente, com seu PSA caindo a quase zero. Em função disso, sua oncologista suspendeu a medicação diária e receitou, em substituição, apenas uma injeção, se não me engano de três em três meses. Só que há um mês ele começou a sentir muita dor de cabeça e na coluna. Como pode ser avaliado o seu caso? Como essas dores podem ser tratadas? Agradeço desde já!!!

    Não sou médico e sim paciente do câncer da próstata. Talvez possas obter as informações que buscas fazendo uma busca (search) nos instrumentos de busca, particularmente o Google, o Google Scholar e o PubMed (todos grátis). Teu pai é um caso raro de PSA baixo com metástase. Talvez o oncólogo esteja usando tratamento hormonal intermitente. Há maneiras de reduzir muito a dor e de reduzir os danos aos ossos. É importante que teu pai seja tratado por um urólogo/oncólogo, formado numa boa universidade, idealmente que leia Inglês e acompanhe o desenvolvimento do campo através de conferências, congressos e pela internet.

  4. meu marido tem 54 anos e tem metasteses osseas por todo o corpo com arae mais afetada femur cranio e arcos costais,ele tem cancer de rim descoberto agora devido a fratuaras patologicas num rx.Que chance temos de reverter o estrago osseo.Como não tenho muito conhecimento me parece impossivel de consertar os ossos dele que vem perdendo o movimento a cada dia,ja esta usando andador.obrigado

    Beatriz:

    nosso site é a respeito de câncer da próstata e não dos rins. O que posso te dizer é que é possível reduzir o risco de fraturas e a dor. Metástases ósseas são dolorosas. Nossas orações estão com vocês.

    abraço

    Gláucio

  5. Meu Pai teve câncer de próstata a 6 anos atrás na ocasional o seu oncologista retirou a próstata e meu pai ficou curado, sendo que depois de 5 anos o cancer retornou novamente e desta vez o médico disse que já estava muito avançado e vez uma cirugia para retirar 1 dos testículos, aí qdo lhe perguntei que tratamento meu pai poderia fazer ele disse que nenhum, pois não iria adiantar e ele ia sofrer mais.Tenho muito fé e pedi que N.Senhora intercedesse para cura do meu Pai.Ele sai bem do hospital e agora depois de 1 ano, ele está se queixando de que sua irina está com um mau cheiro muito forte, ele não se queixa de dor.O que pode ser? O que podemos fazer?
    Obrigado, fique com Deus

    Denise: se o PSA retornou, depois da prostatectomia, o seu pai não esteve curado. O mau cheiro pode ser causado por muitas coisas, sobretudo infecções. Dependendo de fatores tais como a idade de teu pai, o estado de saúde dele, etc., alguns recomendam uma radioterapia chamada de “salvage”, muitos usam terapia hormonal (a orquitectomia a que o oncólogo parece submeter teu pai tem resultados semelhantes), e ainda há várias combinações de terapia hormonal e químio. Quem deve decidir isso é teu pai – é um direito do paciente – e para isso ele deve estar muito bem informado e a comunicação com o oncólogo deve ser boa, aberta e detalhada. Santa Teresinha do Menino Jesus me está ajudando. Reze a novena para ela

  6. Meu pai teve um tumor de prostata localizado em 2003,retirou a prostata não fez quimio e aparentemente estava curado.Só que agora começou a sentir dores na coluna e no ombro onde havia sofrido traumas,o ortopedista pediu um cintilografia e depois nos informou que ele apresenta metástase óssea só que em grau inicial.Qual o tratamento indicado para ele? Após o tratamento ele ficaria realmente curado?Ele tem um progostico bom?Ele completou em 21/06/09 72 anos.

    • Simone: uma realidade difícil com a que nós, que temos essa praga, temos que viver é que se o primeiro tratamento com intenção de curar não funciona, o câncer (da próstata) não é mais curável. Pode ser controlado, podemos aprender a viver com ele, podemos evitr ou diminuir dor mas, até agora, não há cura secundária. Quanto ao tratamento, o oncólogo dirá. É provável que inicie terapia hormonal e que, se o câncer avançar, prescreva outros tratamentos e medicamentos para evitar ou aliviar a dor. Entenda que a maior parte dos que temos essa doença morremos de outras causas, não dela. Vivemos e morremos com ela, mas não dela. A qualidade da vida é para ser levada em consideração.

      • Não entendi quando o SR fala que morrer com a doença e não pela doença, o médico fala assim também, mas isso significa o que? que a morte pode vim pelo efeito colateral do tratamento? Dá para explicar melhor?
        Se as próstatas de todos os homens com cem anos ou mais fossem examinadas, veríamos que quase todos teriam câncer da próstata. Em muitos casos esse câncer evolui lentamente e as pessoas acabam morrendo de outras causas antes que o câncer provoque a morte. Tem câncer ao morrer, mas morre de outra coisa: AVCs, outros cânceres, problemas circulatórios etc

      • Não entendi quando o SR fala que morrer com a doença e não pela doença, o médico fala assim também, mas isso significa o que? que a morte pode vim pelo efeito colateral do tratamento? Dá para explicar melhor?
        Se as próstatas de todos os homens com cem anos ou mais fossem examinadas, veríamos que quase todos teriam câncer da próstata. Em muitos casos esse câncer evolui lentamente e as pessoas acabam morrendo de outras causas antes que o câncer provoque a morte. Tem câncer ao morrer, mas morre de outra coisa: AVCs, outros cânceres, problemas circulatórios etc

  7. Minha mãe, teve cêncer de mama. Realizou mastectomia radical. Após 1 ano e sete meses passou por tratamtentos de radio e quimioterápicos, somente agora após quase 2 anos da cirurgia, ssurgiu metastese no umero. Me respondam com sinceridade. Quais as chances de cura, uma vez que ela está com 68 anos?

    • Cara Yoná: Não sou médico e sim paciente do câncer da próstata. Talvez possas obter as informações que buscas fazendo uma busca (search) nos instrumentos de busca, particularmente o Google, o Google Scholar e o PubMed (todos grátis). Como são em Inglês, convém fazer essa busca com alguém que possa ler os textos, caso tu não possas. Há sites, em Português, de ajuda a pessoas que sofrem do câncer da mama, seus amigos e parentes. Nossas orações estão com ela.

  8. olá ! o meu pai tem cancer na protata, desde 2004 , ele ja sofreu duas cirurgias a ultima foi a de castraçao. agora vem sentindo dores na perna esquerda segundo ele dentro do osso, será metastase? ja está marcada uma cintilografia , se for qual o remedio para aliviar as dores que sao fortissimas?

    Há várias informações sobre o tema neste blog. Resumos de artigos científicos podem ser encontrados em PubMed. Sugiro os termos de busca “prostate cancer” e “bone pain”. No blog, em Português, mas pouco; no PubMed quase todas as pesquisas,mas em Inglês.

  9. Meu pai detectou um cancer na prostata com PSA de média 12,…
    O médico que ele está pediu uma cintilografia e uma ressonancia magnetica… Disse que uma cirurgia não seria viavel… Que ele tem feito e não tem dado resultados positivos. Devemos procurar outro médico? A cirurgia é somente o ultimo caso? O cancer dele, ao menos o medico disse não estar avançado, ele ainda não tem dores. O tratamento previsto é radioterapia.
    Desde já agradeço, Ivana

    Nós, pacientes, temos que tomar cuidado. Uma pesquisa revelou que perto de 90% dos urólogos/radiólogos recomendavam a radioterapia e percentagem semelhante dos urólogos/cirurgiões em relação à cirurgia. Busquem sempre uma segunda e até uma terceira opinião. Os médicos, como todos nós, respondem mais aos seus viéses profissionais do que a uma análise ponderada baseada em fatos.

    • Tive cancer de prostata onde fui diagnosticano precocemente aos 28 anos (caso raro), retirei, e os médicos me disseram que estava curado, depois de 1 ano retornei com dor nas costas, e fiz exame e descobri que estava com metastase nas 2 vertebas, e no figado, faço quimio de 21 em 21 dias agora vou fazer 10 sessões de radio, os tumores desaparecreram mais sempre vou ser paciente não sei por quanto tempo.

  10. Olá !
    Meu Pai recentemente (27/10/09 ) detectou o câncer de próstata, a perna direita dele esta muito inchada, e os testículos também, tem se queixado pouco de dores ao urinar ( Queima), o médico que detectou encaminhou meu Pai para Quimioterapia, diagnosticou que o câncer subiu através do sangue para o pescoço, pois está inchado também.
    Fomos pegos de surpresa com essa doença, e estamos buscando todos os tipos de informações para nos auxiliar a entender como funciona esse câncer e também ajudar meu Pai.
    Por favor agradeceríamos muito se alguém nos ajudasse com essas informações, pois estamos muito preocupados com o que vai acontecer daqui pra frente. Não sabemos se a Quimio vai ajudar no processo de cura, se a perna vai desinchar, enfim…

    Um Abraço a todos e fiquem com Deus!
    Pablo.

    Pablo: leia, leia e leia. Vá para as consultas com uma lista de perguntas. Seu médico tem obrigação moral de respondê-las. Se puderes, sózinho ou com a ajuda de alguém, ler em Inglês, as fontes se multiplicam. Gláucio Soares

  11. nossa!!!! descobri esse blog de madrugada, vendo meu sogro andando pela casa com muita dor na perna na altura do quadril, dps de ter tido todos os sintomas que algo estava errado com a prostata, seu exame de PSA teve o resultado de 348,30 ng_ml, pesquisando aqui como leiga ainda me parece altíssimo me fale algo sobre isso por favor!!!!
    Para Luciana e outros: é um PSA alto; há mais altos e ainda assintomáticos. E há tratamentos que mitigam a dor. Não desista. Seu sogro necessita de muito amor e nós esquecemos essa virtude, a mãe de todas as demais.

  12. Bom dia,

    Meu pai tem câncer de próstata com apenas 46 anos (já ocorreu a metástase), já faz 1 ano que ele está com essa doença sentindo dor, mas ele fez uma cirurgia no inicio e deu uma melhorada, mas está voltando tudo de novo…ele não consegue dormir de dor, compramos o remedi-o que o médico indicou, caro, mas até agora não fez efeito…estou com muito medo de voltar toda aquela dor de novo…preciso que alguém me informe como melhorar a vida dele, como posso fazer para ele não sentir dor, como posso fazer ele ter uma vida normal… Preciso de ajuda, preciso ajuda-lo..pensei em deixar ele fazer natação…não sei..o médico que trata ele não é muito amigo…e por esse motivo quase não sabemos de nada…Queria saber se uma pessoa com câncer pode se alimentar comendo oque quer..pois foi isso que o médico dele disse…
    Agradeço de coração!!!

    Pelas indicações seu pai está com metástase, provavelmente óssea e um câncer avançado. A filosofia do médico parece ser a de permitir algumas gratificaćões numa vida que está obviamente difícil. Se ele não se comunica, busque outro, preferivelmente um oncólogo, que leia Inglês e tenha bons contatos com centros importantes de pesquisa nos países onde há mais clinical trials. Seu pai tem a idade do meu filho mais velho e é jovem demais para ser vitimado por essa besta. Busque acompanhamento psicológico para os dois e os dois podem e devem se exercitar, cada um dentro de um programa.

    • ola …descobrimos a dois anos que meu pai tem cancer de prostata com meta nos ossos e figado…olha vou te falar é um sofrimento que a familia toda passa…mas por causa da ensuportavel dor, a medica receitou tramadol 100mg junto com dimorf 10mg,pois só os dois juntos tem o poder de aliviar a dor que é terrivel…converse com seu medico a respeito deste medicamento ,assim ele poderá te receitar ja que vc só consegue comprar se tiver uma receita especial por se tratar de um medicamento tarja preta…meu pai tbem tem apenas 49 e faz a quimio a 2 anos com bastante melhora….mas como vc sabe é incuravel mas o medico esta controlando muito bem o do meu pai ,houve ate uma significativa regressao do tumor,mas infelizmente a dor sempre um pouco ainda tem mesmo…é doloroso ,desde entao acho que só estou viva por fora porque meu interior morreu no dia em que eu descobri que meu pai tinha esta doença…mas deus nao deixa uma folha cair de uma arvore sem seu consentimento,e peça ,mas peça de todo seu coraçao que com serteza ele vai cuidar do seu pai assim como ele esta cuidando do meu…boa sorte,e muita fé em deus
      Mayara: reproduzo as informações que mandei no comentário acima – há medicamentos específicos para a metástase óssea que a tornam menos dolorosa e destrutiva. E Zytiga já está disponível em alguns países. Leia nos dois blogs que mantenho e corra atrás. GLÁUCIO SOARES

  13. oi, meu pai tem 51 anos e esta com cançer de prostata , e tambem ja foi detectado que ele esta com metastase uma no abedomem e outra s duas na cabeça por isso ficol cego mas ele ñ sente dor alguma nestas região mais de uns tempos pracar comesou a ficar estranho tem hora que fica nervosso ou fica infãtilizado ,fala coisa com coisa sera que vosses ai, jativerão alguma experiencia parecida para me ajudar desde ja agradeço , e espero sua resposta

  14. meu sogro tem cancer de prostata,sua idade e 69 anos e sua doença virou metastase.começou fazer tratamento. o seu psa foi a 40 e agora esta em 15. significa a cura?
    Elaine, há consenso de que, depois do fracasso do tratamento primário, particularmente a cirurgia, não há cura, o que nem de longe significa que o paciente morrerá deste câncer. A maioria morre devido a outras causas.
    GLÁUCIO SOARES

  15. Meu pai tem 70 anos, já faz 11 anos que tem câncer de Próstata, agora está com metástase que primeiro apareceu na bacia e depois subiu pela coluna e está na nuca e em toda esta região (bacia até a nuca) ele sente dormência nos braços principalmente quando fica nervoso. Ele se deu bem várias vezes com radioterapia, mas agora eu estou preocupado demais com as dores que ele começou a sentir. Do 1º ano até 0 10º ano ele praticamente não sentia dores. Vi os comentários e cherei muito pela dor de todas essas pessoas que confidenciaram seu sofrimento. Rezei muito e muito mesmo pelo meu pai, mandei até celebrar missa pela saúde dele. Estamos na Luta, não desistam, sejam fortes, coloquem DEUS na frente. Visitem seus Pais todos os dias para que ele se sinta melhor e utilizem todos os tratamentos possíveis para que ele se sinta melhor. Infelizmente a morte vem, mas não é o fim. Fiquem com DEUS.
    Orisson: há medicamentos específicos para a metástase óssea que a tornam menos dolorosa e destrutiva. E Zytiga já está disponível em alguns países. Leia nos dois blogs que mantenho e corra atrás. GLÁUCIO SOARES

  16. Estou começando a enfrentar uma batalha meu pai esta aparentemente com uma lesão óssea sugestiva de neoplasia, o médico esta investigando, o meu pai mesta com dores muito fortes e o remedio a cada dia esta diminuindo o tempo de ação, geralmemte pode ocorrer uma lesão ossea sem co cancer?

  17. Há algumas semanas, em exame de toque de rotina meu urologista detectou anormalidade na próstata. Mandou que eu fizesse a Bioópsia e endoscopia retro anal, o que já foi feito e estou aguardando resultado. Meu PSA históricamente foi sempre baixo, hoje está em 1,20, tenho 59 anos. Ocorre que há cerca de 2 anos venho tendo dores na área da bacia (cintura) e na base do crânio, que nunca foram identificadas, com o médico clinico geral sempre dizendo que era questão de postura para televisão, computador, etc…\ocorre que agora, muito embora ainda não tenha o resultado da biópsia e da ecografia, sinto que estas dores podem ser metastásicas. Mas o que me chama a atenção é que tanto o PSA como o exame de toque sempre deram normais, mesmo nestes dois últimos anos, em que estas dores apareceram de forma importante. Gostaria de saber se é possível que estas dores tenham aparecido mesmo mesmo sem que tivesse ainda diagnóstico de câncer, sendo que o PSA sempre foi baixo e o exame de toque sempre foi normal. Agradeço

    • Olá! td bem.. olha sou Dediane, meu esposo descobriu o câncer de próstata ha 10 meses o o PSA dele sempre foi a baixo de 1, hj ele se encontra com metástase em uma grande luta para combater esse problema, ele sentia muitas dores na coluna, na bacia, e os exames dele nunca constaram nada, ele tem sofrido muito com essa doença pois devido nãi ter sido descoberta nos diagnósticos ele ja estar bem avançada. sugiro que faça todos os exames novamente de possível em lugares diferentes pois foi assim que descobrimos.. a metástase lesionou a medula dele e hj ele se encontra paraplégico isso td ocorreu em apenas 10 meses apos a descoberta. temos sofrido muito, agora estamos na fé, infelizmente o tratamento de homonio-terapia, quimio e radio não teve sucesso para ele. vou orar pelo senhor.

  18. MEU PAI TA COM 80 ANOS E DESCOBRIMOS AGORA QUE ELE TA COM CANCER DE PROSTATA,REALIZAMOS A CINTILOGRAFIA E JA EXISTE METASTESE,ESTAMOS TODOS APAVORADOS,QUEREMOS DIMINUIR A DOR QUE ELE SENTE.
    Vanda: existem vários níveis de dor e vários tipos de remédio, desde caseiros como aspirina e Tylenol até morfina. Também existem tratamentos para fortalecer os ossos, que ficam frágeis e quebráveis. Exercícios ajudam muito, mas devem ser feitos com MUITO cuidado.
    Fiquem com Deus
    Gláucio

  19. Olá prezado Dr Glaucio e amigos aqui que dividem dores em comum,

    Meu nome é Marcio Thadeu, sou pianista, e meu pai sofre cançer de prostata. Ele foi disgnosticado em meados de 2010 com adenocarcinoma de prostata gleason 3 + 3, e com 04 “pontinhos pretos” na contilografia ossea(metastase ossea).
    Fora isso, não há mestastase em orgão algum(comprovado por inumeros exames de imagem etc…)

    Imediatamente ele fez 15 sessões de radioterapia. e até os dias atuais, ele toma mensalmente uma injeção no abdome, se não me engano, de estrogênio(não sei se é assim que escreve), da Hormonioterapia.
    A semanas ele vem se queixando de uma dor na perna. Ele é muito teimoso. Moramos num 3- andar de escadas, anda pra cima e pra baixo, de carro, andando, vai a roça como se tudo estivesse perfeitamente bem. Fomos ao Oncologista dele, e o mesmo pediu pra observar, pois há suspeição de uma sobrecarga na lombar(local da principal lesão ossea na cintilografia), caso a mesma persista, ele indicará uma quimioterapia.

    vejamos: recentemente ele fez uma ressonância alta, a fins burocráticos do plano de saude, e a mesma constatou que houve regressão da lesão ossea. bem, se houve essa regressão por que ele sente essa dor, caso não seja essa sobrecarga de fato? Cirurgia o medico disse que não, porque ha mestastase ossea, por que não pode fazer a cirurgia com metastase?

    Gente me ajudem, oque meu pai tem? Ele tem apetite normal, não perdeu peso, é e está corado, com os exames em dias.

    Obrigado e Deus abençoe a todos vocês!

    Att.:

    Marcio Thadeu

    Caro Márcio:

    estou nos Estados Unidos, fazendo tratamento. O Gleason dele (3+3) não indica um câncer agressivo. Não obstante, o aparecimento de lesões ósseas prematuras indica um câncer já avançado. Não falas do PSA, nem da velocidade com que cresce. Os exercícios são mais do que aconselhados (veja essa palavra-chave nesse blog). A cirurgia deve ser resultado de uma decisão dele, baseado em informações detalhadas do ortopedista e do oncólogo. Uma variável importante é a qualidade da vida e parece que teu pai, felizmente, não faz o que tantos pacientes fazem, que é ficar deprimido, olhando para o teto, esperando morrer. Eu, sem a próstata, tenho um PSA de 22,3, duas lesões pequenas no pulmão e nenhuma metástase óssea que apareça na cintilo. Durante esses 17 anos como canceroso, publiquei alguns livros, dezenas de capítulos e artigos científicos, centenas de artigos em jornal e fiz mais de cinquenta viagens… A barra está ficando pesada, mas a fé segura. Todas as decisões devem ser tomadas em consulta com um oncólogo competente.
    Um grande abraço

    Gláucio

  20. Eder 16/03/2012

    Minha mãe estava com varias lesões na coluna e com muita dor mais não desanimou buscou a Deus e tratou e hoje já não clama mais de dor e vive bem, desapareceu todas as manchas da coluna dela e não toma mais morfina .eu creio que e Deus quem determina quem vive e quem morre, já não vejo a suade sinônimo de vida nem a doença sinônimo de morte mais Deus quem sabe, minha mãe teve um câncer de mama chamado carcinoma com metástase nos ossos mais hoje já retirou a mama e não sente mais dores nos ossos.

    • Olá! td bem… meu marido com 52 anos descobriu câncer de próstata há 10 meses, fez 36 radioterapia na próstata e as dores ficou controlada, o que incomodou mais foi a metástase óssea que foi descoberta na mesma época, ele rola de dor, ja foi internado, toma dmorf,com dexametasona, dipirona e gabapentina… agora ele se encontra com paraplegia, tem dificuldades de levantar da cama para ir a cadeira… ele fez 10 radioterapias na coluna e os exames pós radios deu suspeita de nódulo no figado.. vc ja ouviu caso de cura desse problema… e se tem condições dele voltar andar? grata Dediane..

    • minha mae sofre muito com metastasse ossea eu nao sei mas o que fazer nossa familia esta sofrendo muito ela perdeu os movimentos da perna ! tenho muita fe em DEUs ,a medica esta com suspeita de ter chegado no sistema nervoso central estou em panico !!!
      Busque um com oncólogo. Clínico geral não basta. E tenha fé. Leia o que ela deve fazer para combater o câncer – dieta, exercícios etc.
      Fica com Deus.

      Gláucio

  21. Prezado Soares
    Sou médico.
    Confiei em um médico”amigo”, mas incompetente.
    Há um ano meu PSA estava em 2.4, o procurei por sentir dores na região da coluna(cóccix) e dificuldade para urinar e dor testicular direita.
    Passei a ter dificuldades para evacuar.
    Procurei proctologista, fiz colonoscopia , tudo normal.
    Fui a ortopedista, pedi para fazer RM de sacro: tudo normal, apenas hipo sinal em T2, na próstata.
    Já era mes 08 e ele disse que não era nada, receitou doxazosina, quem não melhorou e disse que para eu não “encucar” repetir o PSA 3 MESES depois.
    Os sintomas eram sempre os mesmos. Com melhora somente com analgésicos.
    Fui a outro profissional”amigo” rologista.
    Consultório lotado e o atendimento em segundos.Não realizou toque prostático.
    Passou me antibióticos e anti-inflamatórios.
    No início do ano, tentei consulta ´ só conseguindo em fevereiro.
    Disse que eu era portador de síndrome de dor pélvica crônica.
    Pediu Tomografia de vias urinárias e citologia oncótica(sou tabagista).
    Em março agora, as dores pioraram muito.
    Na Tomo somente discreto aumento de próstata.
    Passei a sentir dores na perna direita de grande intensidade, qual dor ciática.
    Nesta hora” caiu a ficha”, fazer novo PSA.
    Fiz no final de abril PSA 63,00
    Até receber o resultado fui a ortopedista que pediu RM (ressonância).
    Fui ao Uro que afirmou, veja se pode, que a dor óssea poderia ser héRnia de disco e o PSA de 63 poderia ser uma prostatite.
    Perguntei da RM do mês 08 de 2011 que já dava hipo-sinal em T2 , seria só uma prostatite que ele não viu e não me passou remédio algum.
    Quando eu disse a verdade que fui a outro urologista ele ficou indignado e raivoso.
    Ele disse que era para confiar no seu médico.
    Quem atira para todos os lados dá tiro no pé.”
    Resultado da ressonância: LESÕES ÓSSEAS DE PROVÁVEL NATUREZA SECUNDÁRIA COMPROMETENDO A COLUNA LOMBOSSACRA , OS OSSOS DA BACIA E OS FÊMURES BILATERALMENTE.
    ASSOCIAR COM OS DADOS CLÍNICOS E CINTILOGRAFIA ÓSSEA.
    Tenho consulta amanhã com oncologista clínica, depois de amanhã biópsia de próstata e após o final de semana cintilografia óssea.

    CONCLUSÃO:
    Os dois urologistas em que fui são incompetentes, abreviaram a minha vida em mais de dez anos.
    Bastavam pedir repetição de PSA.
    Não fizeram diagnóstico e eu confiei neles.
    Eu me arrependo em não ter ido em quantos forem necessários.
    Pago em dor e em tempo de vida pelo erro deles.
    PORTANTO;
    não aceite somente uma opinião.
    Procure os melhores, não importa o preço, pagará mais caro amanhã com os tratamentos.
    Não tenha vergonha de perguntar.
    Não economize nos exames, principalmente de PSA.
    Faça-o mensalmente, é barato. Guarde todos os resultados para acompanhar a evolução. mês a mês. Term gráficos para isso.
    Lembre-se que mesmo PSA baixo pode estar a começar um câncer.
    “A vida não tem preço” Muitos médicos não acreditam nisso.
    São mercenários e negligentes.
    Arrogantes e soberbos.

    Mandarei notícias, caso sobreviva.

    SUA HISTÓRIA MÉDICA É UM GRITO DE ALERTA. TEM MAIS PESO DO QUE OUTROS GRITOS, POIS VEM “DE DENTRO”. VAMOS ORAR PELA SUA SOBREVIVÊNCIA E QUALIDADE DE VIDA. EU INICIEI A TERAPIA HORMONAL COM LUPRON HÁ QUATRO MESES. COMO SABE, OS EFEITOS POSITIVOS SÃO TEMPORÁRIOS, MAS FORAM MUITO BONS E O DESAPARECIMENTO DE DOIS NÓDULOS NO CT SCAN SUGERE QUE ERAM METÁSTASES. UM POST QUE ESCREVI EM 7/2012 RELATA TUDO ISSO.
    OBRIGADO PELA CORAGEM, MEU IRMÃO.
    GLÁUCIO SOARES

  22. meu sogro esta com cancer na prostata sendo que a prostata já foi feita a retirada do saco escrotal, os dois, ele tem metastase no pulmão e ossos, por que motivo foi feita esta cirurgia? qual a sobrevida de uma pessoa nestas condiçoes?
    ?

    Márcia: as sobrevidas são calculadas como medianas (metade vive até um ponto, outra metade falece depois do ponto. ou como médias (soma quanto todos viveram e divide pelo número de pacientes). Elas ficam mais dificeis de estimar quanto mais parâmetros temos. Uma das razões para esse tratamento é a terapia anti-hormonal.

    abraços e boa sorte. Orar ajuda

    Gláucio

  23. Gostaria de dizer,que infelizmente a incompetência dos nossos médicos de 2 minutos,e mercenários, está fazendo muitas vítimas,e o pior, é que não há punição para erros tão evidentes.Não adianta tentar processar estes maus profissionais porque eles se protegem uns aos outros.Estou indignada porque meu marido era assistido por um urologista ,fazia ultrassonografia trans retal e abdominal 2 vezes por ano,fazia ,fazia o PSA também com a mesma frequência.Em todas as ultra sonografias acusava nódulos na próstata,mas ele mandava apenas fazer umas fórmulas em uma farmácia de manipulação,agora com dores na perna e no sacro,fez biópsia que acusou gleason 3+3=6.Estou aguardando o dia da consulta marcada com outro urologista para saber qual é a real situação.

    Por casos como esse, e muitas outras razões, devemos selecionar cuidadosamente os médicos aos quais entregamos nossas vidas. Onde se formou (há muitas faculdades de mentirinha), se participa de congressos e conferências, se há revistas especializadas no consultório, em que hospitais atende e mais. Consulte, em todos os casos graves, um segundo médico.

  24. Oi, meu pai descobriu metastase ossea ( ca na bexiga) na coluna lombosacra a 8 meses,ja fez 10 sessoes de radio e esta na metade da quimio ,faz uso do adesivo durogesic 50 para dor fortissima que ja nao esta adiantando mais.Estamos desesperados ,gostaria de saber se é assim mesmo se essa dor fica indo e voltando e nunca vai pelo menos melhorar. POR FAVOR ,AGUARDO A RESPOSTA

    Prezada Juliana:

    são conhecidas as dores derivadas das metástases ósseas. Conheço dois medicamentos cujos relatórios de pesquisa li e que reduzem a dor e o risco de fraturas, mas quase não alteram a esperança de vida – poucos meses. Consulte com seu médico (oncólogo) para ver se pode receitar e se há condições para que o SUS pague por um deles. São caros. Xofigo e denosumab. Há perigos e efeitos colaterais.

    um abraço

    Gláucio

    • Boa tarde, Juliana
      Infelizmente perdi meu Pai em Outubro passado por conta dessa maldita doença, 3 anos de luta. Lembro que pra ele os médicos passaram morfina para conter a dor ( Dimorf ) e também tomava diclofenaco, ele dizia que ajudava, embora atacava ainda mais o estômago.

      Espero ter ajudado,
      Fica com Deus…abs
      Pablo.

    • Infelizmente, Juliana, não há muito o que fazer a não ser medica-lo com o que há de melhor, que são os medicamentos citados acima pelo Gláucio e continuar com o tratamento e o durogesic. É importante saber que ainda não existe cura para o câncer de próstata, existe um tratamento para evitar que a doença progrida, no caso do seu pai – que também foi o caso de um familiar meu- a doença avançou muito e a metástase óssea ela vai limitar os movimentos pela dor insuportável e progressiva, normalmente tende a avançar para paralisação dos membros inferiores, com pouca esperança de vida. É uma doença muito triste. Espero que Deus esteja sempre presente na sua família para confortar as dores do seu pai e de seus familiares. Reze, ore e dê muito carinho ao seu pai! Os últimos dias de vida de um familiar meu foram de muito trabalho, dedicação e carinho a ele. A doença faz com que ele fique cada vez mais impaciente e depressivo, por isso é muito importante que a família e os amigos estejam perto, mesmo que isso seja chocante e doloroso para família, pois a proximidade dela faz o paciente se sentir abraçado, acolhido, pelas pessoas que ele mais ama.

      Um grande abraço e que Deus abençoe toda sua família neste momento difícil!

  25. Olá… meu Pai foi diagnosticado com câncer de próstata com metastase óssea… não obtive mais informações pq moro em outra cidade e minha irmã quem está acompanhando o caso dele… tenho muitas dúvidas pq minha irmã não consegue me explicar. O meu Pai ficou 3 dia sem urinar com muita dor, tanto no canal urinário como no fêmur… minha irmão o levou para hospital e ele foi internado, fizera todos os exames até chegarem ao diagnóstico. A metastase se deu no fêmur, quadril. basso, costelas e coluna… foi feito apenas uma raspagem para liberar o canal… não fizeram cirurgia… queria saber: eles não fizeram esta cirurgia de retirada da próstata pq está muito avançado? Será q há a possibilidade de cura? Desde já agradeço sua atenção!

    Sabrina: muitos urólogos preferem não operar quando o câncer já metastizou. Outros discordam. Há tratamentos para a metástase óssea que reduz muito a dor, assim como a velocidade com que o câncer avança, além de aumentar a sobrevivência em poucos meses (somar alguns meses ao que viveria sem este tratamento). Seria muito bom se conversassem com um oncólogo que queira se comunicar, e se levassem alguém com o tipo de informação e formação que permitem entender 100% o que for explicado. Boa sorte

    • Olá Sabrina, qndo o câncer faz metástase óssea, ao meu ver, não existe mais vantagem fazer a cirurgia da retirada da próstata. O paciente com metástase normalmente já encontrasse em um estado crítico da doença e a cirurgia neste momento pode causar mais malefícios que benefícios. Na situação em que seu pai encontrasse, o melhor a fazer é procurar um urólogo/oncólogo no qual você se identifique, e acima de tudo confie, para que ele tire todas as dúvidas; o especialista com certeza vai lhe recomendar o tratamento com algumas drogas que reduzem muito as dores, porém estes medicamentos são caros, mas fornecidos pelo SUS. Seu médico vai lhe explicar melhor. No mais, eu sinto dizer, a esperança de vida de pacientes com metástase óssea é em média 2 anos, não há cura. Os remédios a qual me referi, pode adicionar alguns meses há mais de vida e, o mais importante, eles vão dar ao seu pai o conforto mínimo, que é a redução das dores. Dores que serão cada vez mais fortes. Preste bem atenção no que irei lhe falar agora! O melhor tratamento para pacientes acometidos de câncer é a família e os amigos! Esse é um momento em que vocês precisam se unir e fazer com que o paciente se sinta abraçado, acolhido pela sua família. Não é fácil assistir, acompanhar o sofrimento de um familiar, mas vocês precisam mostrar força e passar essa força pra ele. Boa sorte e que Deus possa estar com toda sua família neste momento! A FÉ AJUDA!

      • Obrigada pela resposta… infelizmente estamos perdido e como eu tenho uma bebe de 11 meses está bem difícil viajar para poder acompanha-lo em uma consulta… quinta feira dia 22/08 ele fez a primeira injeção do tratamento que é cortar a produção do hormônio que alimenta o câncer… ele vinha se sentindo bem e sem dor, na sexta-feira ele amanheceu com muita dor na coluna, sem conseguir caminhar e vomitando muito. Já pesquisei e não encontrei algo que me informasse se essas dores fazem parte de alguma reação do tratamento? pq até então ele não estava com dor e foi após a primeira injeção que ele ficou assim. E ele está usando uma sonda para urinar, não sei como se chama, ele não consegue urinar ainda, e depois do início deste tratamento a urina está escura como coca-cola, isso é norma? Deem-me uma luz, pois os médico do sus não deram nenhuma explicação para eles em relação aos sintomas do tratamento e o que observar para leva-lo ao hospital…. será que devemos levá-l por conta da urina estar nesta cor? Desde já agradeço sua atenção e ajuda!

      • Então Sabrina, não sei lhe informar sobre a cor da urina. Correlação as dores, elas vão ser cada vez mais constantes e fortes, é preciso saber que dores são essas e isso só o médico que o acompanha pode dizer, o que posso adiantar é que dores nos ossos e articulações são consideradas “normais” justamente pela metástase óssea, mas repito que só o médico que acompanha pode lhe explicar. Em relação a sonda, PODE ser por causa da próstata com seu tamanho alterado devido ao câncer, isso acaba comprimindo o canal da urina e dificultando e esvaziamento da bexiga. É preciso você saber que a metástase óssea avança a um ponto onde as dores são consideradas infernais pelos pacientes, limita muito os movimentos e causa paraplegia(a dor é causada pela doença, não pelo tratamento). Existem medicamentos que diminuem muito essas dores e aumenta de forma considerável a expectativa de vida. É importante que alguém da família se informe bem com o médico que, com certeza, recomendará esses medicamentos caso o seu pai ainda não esteja os tomando. No mais, o melhor tratamento para o câncer é o amor e carinho da família e os amigos! Esteja próximo ao seu pai incondicionalmente, pois a expectativa de vida dele não é muito e o câncer neste estágio não tem cura. Que Deus dê força e conforte a todos vocês!

  26. Meu pai foi diagnosticado com cancro da próstata. O urologista que o acompanha aconselhou fazer uma cintigrafia ossea e uma tac pélvica. Tenho muito medo que ele já tenha metatases e que a cura não seja possivel. Sou filha unica e meu pai só tem 67 anos. Estou a entrar em depressão.Quanto tempo pode o meu pai sobreviver se tiver metatases osseas?

    Margarida, primeiro que tudo, teu pai necessita de uma filha que o ajude e não de uma filha que, ao contrário, precisa de ajuda porque está deprimida. Se vais participar, ajudando teu pai, é importante que tenhas a informação relevante e que adquiras o conhecimento necessário para tal. Quase sempre há tempo para isso. Alguns médicos escaneiam todos os diagnosticados para ter uma baseline, ao passo que outros só o fazem quando o câncer estiver adiantado. É importante conhecer o PSA, o PSADT e o escore Gleason.
    Fé e oração ajudam.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s