About me

Acabo de voltar de minha checagem semestral no Sloan Kettering. Sustos, essas coisas. O PSA continua crescendo, agora mais depressa. Mas nada na cíntilo e um nódulo no pulmão direito que está igual ao que era há um ano. Celebrei 16 anos de câncer, sem dores nem sintomas. E nada mais, além das consequências das minhas besteiras, como achar que posso fazer body surfiing numa boa depois de quarenta anos de inatividade. Embolei, comi areia, perdi o pé de pato e o calção foi parar no pé.  Fiquei com minha bunda engelhada para fora durante um tempo. À noite, comendo peixe e bebendo manhattan, estoura vaso no olho e fico com pinta de vampiro. Dia seguinte vou fazer alongamento e não aqueço antes. Estoura o abdutor e, em mais um dia, minha coxa estava preta, roxa e vermelha. Pena que a gente não escolhe as cores dos hematomas e semelhantes. Não se preocupem, tenho toda a intenção de continuar a fazer babacadas mundo afora. Dei uma parada e escrevi dois artigos para o Globo e três para o Correio Braziliense. Meus colegas de faixa etária, se quiserem, fiquem na cama tiritando, esperando morrer. Eu vou viver o tempo que Deus me der.

8 opiniões sobre “About me

  1. “Como é o Amor?
    Ele tem mãos para ajudar os outros. Tem pés para apressar-se na direção dos pobres e necessitados. Tem olhos para enxergar a miséria e a privação. Tem ouvidos para ouvir os suspiros e os lamentos dos homens. Assim é o amor”
    ( Santo Agostinho )

  2. Glaucio, passo com meu namorado a nova e assustadora experiencia do cancer de prostata. Lendo seu blog percebo que vivencia essa situação de uma forma corajosa, comprometida e esperançosa. Gostaria de conversar um pouco mais e partilhar algumas dúvidas que tenho. Poderiamos fazer isso através de email? Vc me passaria o seu?

    Atenciosamente
    Débora

  3. Glaucio,

    Meu avô morreu aos 88 anos, lendo uma revista deitado em sua cama, e em meio a alguns problemas de saúde, estava tambem com cancer de prostata, isso em 1990, morreu , disse o médico de velhice, sem dor, sem sofrimento. Meu pai 9 anos depois foi diagnosticado com cancer de próstata, em 1999, aos 67 anos, operou , retirou a próstata, no mesmo ano, passou por loongo periodo convalescendo, 4 anos,2003, depois o psa voltou a crescer, o seu médico então começou com bloqueador hormonal e radioterapia. O psa não voltou mais. Em 2010 sofreu 3 enfartes, que tanto o médico, como eu achamos ser por causa das maciça doses de hormonio. Mas está bem, escapou tambem, hoje tem 79 anos, e é um sobrevivente.

    Eu tenho 50 anos, quando ele se operou há 12 anos, eu tinha 38, e desde então seu médico recomendou que eu acompanhasse meu psa, e notou, já àquela época que o psa já era aumentado para alguem de minha idade, 5 anos depois, com 3,10 pediu biopsia, de 24 amostras e graças a Deus de negativo, mas confirmou que minha próstata era grande por natureza, e poderia gerar psa aumentado (descobri sem o médico me falar que os valores máximos esperados de PSA equivalem ao peso ou volume da próstata dividido por dez). Um amigo meu deu psa 5 e estava com cancer em último nível, tratou e está bem. O meu vem crescendo 0,5 pontos, em média a cada ano, hoje estou com 5,7. Leio tudo sobre próstata, ao ponto de discutir com alguns médicos e eles me dizerem: Isso eu não sabia, envie pra mim… Conheci seu blog ontem, e achei providencial, assim posso aprender mais, como por exemplo que tem casos operáveis e os que não necessitam de cirurgia. Um abraço, parabéns e muito obrigado!

  4. Olá Gláucio, procurei no Blog quantos anos você tem, vi apenas que luta contra essa “besta” como vc msm chama há 16 anos. Tem metástase óssea? Sente dores? Quando recebeu o diagnóstico quantos anos tinha? Pergunto porque descobri que meu pai está com metástase óssea avançada, mas graças ao bom Deus não sente dores, li e reli, mas me animou sua vivência de 16 anos, queria saber mais – a ele foi indicado somente tratamento hormonal pelo urologista, mas vou ao oncologista na semana que vem. Deve ter medicamentos para “fortalecer” os ossos não? Ele tem 63 anos, jovem demais!!!!!!!!!
    É, aproximadamente, a idade que eu tinha quando fui diagnosticado. Dia 16 entrarei no 18 ano.Atualmente, tenho 78. Graças ao bom Deus não tive metástase óssea nem as dores que a acompanham. É provável que tenha duas metástases no pulmão. Já iniciei o tratamento com Lupron. O tratamento que me recomedaram no SK para fortalecer os ossos se chama Denosumab, mas cuidado com a mandíbula. Há efeitos colaterais.

  5. Olá Glauco, vc que já pesquisou muito, sabes dizer se a escala gleason do câncer secundári(metástase) seria igual ao do primário? Meu pai estar com metástase de câncer de próstata, começou o tratamento com quimioterapia e hormônios simultaneamente. Espero que tenha uma sobrevida boa. Pesquisei muito e entendi muita coisa na Internet. Mas essa resposta da escala gleason da metástase não achei. Forte abraço e força na luta!

    • Manuel, no blog há explicações detalhadas sobre o que é a Escala Gleason. É muito importante ter um urólogo/oncólogo competente para consultas. O escore Gleason e a rapidez com que o PSA cresce são indicadores da agressividade do câncer. A sobrevivência aumenta muito se o paciente tiver uma vida saudável e seguir as indicações médicas. Eu enfrento um câncer da próstata desde 1995. Não estou curado, mas continuo vivo. Tenha fé. Ajuda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s