A VITAMINA D PODE CONTRIBUIR PARA EVITAR QUE O CÂNCER DA PRÓSTATA SEJA AGRESSIVO

A deficiência de vitamina D contribui para o risco de ter um câncer da próstata agressivo. Ajuda ter uma noção do que é ter um nível baixo de vitamina D. Homens com pele escura, homens que consome alimentos deficientes em vitamina D e homens com baixa exposição ao sol têm maior probabilidade de ter deficiência de vitamina D. Se tiverem um PSA alto ou já tiverem sido diagnosticados com câncer da próstata, convém tomar suplementos para acabar com a deficiência.

Por que?

Pesquisa realizada na Northwestern Medicine demonstrou que os homens com deficiências de vitamina D na hora em que fizeram a cirurgia tinham risco mais alto de ter um câncer agressivo.

É um dado importante, porque canceres indolentes podem não requerer tratamento invasivo e/ou agressivo, podendo ser, em alguns casos, simplesmente acompanhados e testados periodicamente. É o que chamam de “watchful waiting”.

As pesquisas anteriores que mostravam esse risco se baseavam em dados coletados antes da cirurgia e “antes”, em alguns casos, poderia ser muito antes. Nessa pesquisa, o nível de vitamina D foi medido na hora da cirurgia. Pesquisas feitas por esse grupo mostram que negros americanos vivendo em áreas com baixa exposição ao sol tinham um risco de terem deficiências de vitamina D 1½ maior do que brancos. A pele escura que protege os homens contra o melanoma, um câncer agressivo da pele, os torna mais vulneráveis a formas agressivas do câncer da próstata.

A pesquisa foi feita com 1.760 homens na área de Chicago e foi publicada no Journal of Clinical Oncology. Desses 1.760, 190 fizeram a prostatectomia (cirurgia que retira a próstata). Desses, 87 tinham canceres agressivos. Esses pacientes com canceres agressivos tinham 22,7 ng/ml, significativamente menos do que os 30 ng/ml, considerado como um nível normal.  Durante o inverno, os habitantes de Chicago têm um nível insuficiente de vitamina D, 25 ng/ml e o pesquisador responsável sugere que usem suplementos durante o inverno.

É possível que essa observação se aplique aos estados do Sul e a homens que vivem dentro de casa com pouca exposição solar. É um conhecimento que pode ser útil para homens com pouca exposição solar, sobretudo os de pele negra.

GLÁUCIO SOARES

Saiba mais:

YA, N, et al. (2016). Associations Between Serum Vitamin D and Adverse Pathology in Men Undergoing Radical Prostatectomy. Journal of Clinical Oncology, 34: 1345-1349. doi: 10.1200/JCO.2015.65.1463.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s