Faz bem fazer o Bem

Leia com cuidado as conclusões publicadas, nos idos de 2005, no International Journal of Behavioral Medicine, que apresenta um resumo sobre as pesquisas sobre o altruísmo e suas relações com a saúde física e mental. O artigo demonstra que há fortes correlações entre ter compaixão e agir em função dela, de um lado, e o bem-estar, a felicidade, a saúde e a longevidade, do outro. É isso mesmo: fazer o Bem prolonga a vida de quem o faz!

Há um limite: se, quem faz o Bem ficar assoberbado com o Bem que faz, fazer o Bem não lhe faz bem. Faça o Bem, dentro de seus limites.

 

GLÁUCIO SOARES, IESP-UERJ

Saiba mais:

Post Stephen.G., Altruism, happiness, and health: it’s good to be good, em Int J Behav Med. 2005;12(2):66-77.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s