Vespas salvadoras?

Há uma vespa agressiva. Venenosa, no Brasil chamada Polybia paulista. Ela morde e incomoda. Até ai, nada especial. Porém, o veneno da vespa tem umas qualidades que podem ajudar no tratamento de diferentes canceres. Um peptídeo chamado Polybia-MP1 é toxico para as bactérias, mas não para nossas células sanguíneas vermelhas.

O que é que a Polybia-MP1 faz? Ela gruda nas membranas das células das bactérias e, pouco a pouco, as perfura. As células começam a vazar e morrem. Mas a notícia realmente boa é que o MP1 também prejudica o crescimento das células de alguns canceres, como o da leucemia, bexiga e da próstata.

Até pouco ninguém sabia porquê. Agora, apareceram os primeiros resultados de pesquisa que o MP1 faz o mesmo com as células cancerosas. O MP1 vai atrás de dois lipídeos, PS (em Inglês: phosphatidylserine) e PE (phosphatidylethanolamine), que existem nas membranas externas das células cancerosas.

Kiona Smith-Strickland nos ensina que, primeiro, o MP1 gruda no lado de fora da célula e depois começa a fazer buracos suficientemente grandes para que o conteúdo das células saia. Com isso, as células acabam morrendo. A presença do PS na membrana é muito importante: as células com PS atraem sete vezes mais o MP1 do que as sem PS. Mais do que isso: o buraco que elas abrem na membrana é entre vinte e trinta vezes maior do que em membranas sem PE.

Entretanto, a melhor notícia é que células sãs não tem PS nem PE do lado de fora de suas membranas. Ficam do lado de dentro e, assim, não atraem o peptídeo destruidor.

Até agora isso só funciona em laboratório. Por favor, não saia por aí metendo mão em vespeiro.

GLÁUCIO SOARES IESP/UERJ

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s