COMEÇOU A BATALHA PARA LIBERAR O XOFIGO

Há uma petição para que a ANVISA libere o uso do Xofigo, um medicamento contra o câncer. A justificação no corpo do pedido fala da cura do câncer da próstata. Porém, esse é um câncer que, se não for curado nas primeiras intervenções (por prostatectomia, radiação, implantes radioativos etc.) e houver fracasso bioquímico (volta e crescimento do PSA) é considerada incurável. Mesmo assim, a maioria dos pacientes não morre deste câncer, mas de outra causa.

O que é e o que faz o Xofigo?

O Xofigo é injetável, endovenoso. Contem Radium-223, que é absorvido nas áreas em que há metástase óssea. Ele emite umas partículas chamadas alfa, que atingem as células cancerosas nos ossos sem afetar as células saudáveis. Só é usado quando outros tratamentos já não produzem efeito. Tem três efeitos positivos:

1.Reduz as dores ósseas, que são terríveis;

2.Reduz a velocidade de avanço do câncer

3.Reduz o risco de fraturas ósseas e outros problemas relacionados.

Xofigo não é cura, é um recurso paliativo muito importante para o bem-estar de pacientes com canceres avançados.

Os efeitos colaterais mais comuns são náusea, diarreia, vômitos e inflamações nos braços e pernas. São pesados em um de cada dez pacientes. O Xofigo também reduz as células sanguíneas.

Há um pequeno aumento na sobrevivência: uma pesquisa Fase 3 mostrou uma sobrevivência mediana de 14 meses no grupo Xofigo e de 11,2 meses no grupo placebo.

Não é barato.

 

 

GLÁUCIO SOARES IESP-UERJ

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s