Seu parente teve câncer da próstata. O que fazer?

 

Examinar cuidadosamente pacientes que tem mais alto risco em função de sua herança genética é aconselhável e pode salvar vidas. É o que conclui uma pesquisa publicada no Journal of Urology. Michael A. Liss e colegas da University of California-San Diego Health System. Analisaram os dados de mais de 65 mil homens brancos, dos quais 11,2% tinham sido diagnosticados com câncer da próstata e nada menos do que 7,4% tinham parentes com o mesmo diagnóstico.

Os pesquisadores revelaram que um histórico familiar de câncer da próstata aumentava substancialmente o risco de ter o câncer (16,9% vs 10,8%, uma diferença estatisticamente significativa no nível de 0,01). Depois de incluir outras variáveis significativas, a diferença continuava significativa (P=0,06).

O resultado mais importante da pesquisa estava por vir: entre os que tinham um ou mais familiares com este câncer, fazer os testes preventivos (screening) reduzia à metade o risco de morrer deste câncer e, entre os que morreram, um tempo significativamente maior até a morte.  

A explicação é intuitiva: numa população de alto risco (devido ao histórico familiar) é importante detectar e começar a tratar cedo o câncer.

O mesmo raciocínio se aplica a homens com outros fatores de risco: negros, fumantes, alcoólatras, obesos, sedentários etc.

É possível elaborar uma política inteligente e informada de prevenção de maneira a maximizar os benefícios do uso dos parcos recursos da prevenção e tratamento desse câncer.

 

GLÁUCIO SOARES               IESP-UERJ 

.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s