Programa aeróbico e disfunção erétil

Disfunção erétil” é o nome acadêmico dado para a impotência. Um pequeno estudo, com 50 participantes, buscou conhecer o efeito de treinamentos aeróbicos depois da cirurgia sobre a impotência, dividindo os pacientes em dois grupos iguais, com 25 cada um. Um seria o grupo experimental e o outro seria o grupo controle.

Como foi o treinamento aeróbico? Foram cinco sessões de caminhadas por semana, com duração de 30 a 60 minutos. A intensidade foi definida pela idade e pelo estado de saúde do pacientes, medindo o máximo do consumo de oxigênio (chamado nas pesquisas deVO2peak). A percentagem sobre o VO2peak variou de 55% a 100%, exigindo, é claro, mais dos que estavam em melhor condição física. Foram medindo as mudanças até seis meses.

Os resultados surpreenderam: não houve diferenças estatisticamente significativas entre os dois grupos no que concerne a impotência.

Por que colocar no que concerne a impotência em itálico?

Porque houve diferenças importantes no que concerne o VO2peak – os que exercitaram ficaram em melhor forma física) e o fluxo de sangue melhorou na artéria braquial.

Não ajudou na impotência causada pela cirurgia, mas ajudou em outras áreas.

GLÁUCIO SOARES IESP-UERJ

Saiba mais: Eur Urol. 2013 Nov 22. pii: S0302-2838(13)01206-2. doi: 10.1016/j.eururo.2013.11.009

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s