OS MELHORES HOSPITAIS

No tratamento das doenças, particularmente dos que incluem cirurgia, a qualidade do hospital é fundamental.  Os médicos também contam, mas usualmente bons médicos trabalham em bons hospitais e os dois fatores se juntam para pesar ainda  mais no prognóstico.  Há varias maneiras de aquilatar a qualidade de um hospital. Uma das mais usadas se baseia nas avaliações – de paciente, médicos e outros profissionais da saúde, e especialistas neste tipo de avaliação.  Os que avaliam usualmente empregam indicadores: sobrevivência, sucesso no tratamento, formação dos médicos, formação do pessoal hospitalar, como as enfermeiras, relação entre o número de médicos e de enfermeiras (separadamente), quartos, leitos, medicamentos e o de pacientes, assim como a qualidade do equipamento, o grau de competência e especialização dos médicos, enfermeiras, técnicos e todo o pessoal hospitalar. Do lado negativo, estão as mortes, as recidivas, as infecções hospitalares, a falta de leitos, o desconhecimento da parte do pessoal hospitalar, e muito mais.

Há algumas instituições que se dedicam a levantar e organizar esses dados e publicar suas avaliações.

O relatório da U.S. News and World Report, chamado  U.S. News Best Hospitals, atualmente na versão 2013-14, é muito considerado, mas seu forte reside na avaliação dos hospitais americanos. Faz um trabalho minucioso, por área.

A qualidade dos hospitais, tal qual avaliada por diferentes instituições, varia de acordo com o campo médico, com a especialidade, com o grupo de doenças. Alguns hospitais são “gerais”, ao passo que outros são especializados. O Sloan-Kettering, em Nova Iorque, é um centro de excelência em câncer. Tem áreas auxiliares, mas é um hospital dedicado ao câncer. Esse relatório o considera o segundo melhor dos Estados Unidos.

Outros hospitais se destacam em várias áreas, mas são conhecidos principalmente por uma ou algumas. O Johns Hopkins, em Baltimore, tem várias áreas fortes, mas os pacientes informados de câncer da próstata sabem que é um centro de referência em urologia. Eis o que indica o U.S. News and World Report (se clicarem usando Control+ irão para a página desejada). Creio indispensável que o façam para que sua escolha seja bem informada:

 

 

+xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

University of Texas MD Anderson Cancer Center

·         #1

University of Texas MD Anderson Cancer Center

Houston, TX

·         #2

Memorial Sloan-Kettering Cancer Center

New York, NY

·         #3

Mayo Clinic

Rochester, MN

See all Best Cancer Hospitals

New York-Presbyterian University Hospital of Columbia and Cornell

·         #1

Cleveland Clinic

Cleveland, OH

·         #2

Mayo Clinic

Rochester, MN

·         #3

New York-Presbyterian University Hospital of Columbia and Cornell

New York, NY

See all Best Cardiology & Heart Surgery Hospitals

Massachusetts General Hospital

·         #1

Mayo Clinic

Rochester, MN

·         #2

Cleveland Clinic

Cleveland, OH

·         #3

Massachusetts General Hospital

Boston, MA

See all Best Diabetes & Endocrinology Hospitals

University of Texas MD Anderson Cancer Center

·         #1

Johns Hopkins Hospital

Baltimore, MD

·         #2

Mayo Clinic

Rochester, MN

·         #3

University of Texas MD Anderson Cancer Center

Houston, TX

See all Best Ear, Nose & Throat Hospitals

Mayo Clinic

·         #1

Mayo Clinic

Rochester, MN

·         #2

Cleveland Clinic

Cleveland, OH

·         #3

Johns Hopkins Hospital

Baltimore, MD

See all Best Gastroenterology & GI Surgery Hospitals

UCLA Medical Center

·         #1

Johns Hopkins Hospital

Baltimore, MD

·         #2

Mayo Clinic

Rochester, MN

·         #3

UCLA Medical Center

Los Angeles, CA

See all Best Geriatrics Hospitals

Brigham and Women’s Hospital

·         #1

Mayo Clinic

Rochester, MN

·         #2

Brigham and Women’s Hospital

Boston, MA

·         #3

Cleveland Clinic

Cleveland, OH

See all Best Gynecology Hospitals

Mayo Clinic

·         #1

Mayo Clinic

Rochester, MN

·         #2

Cleveland Clinic

Cleveland, OH

·         #3

New York-Presbyterian University Hospital of Columbia and Cornell

New York, NY

See all Best Nephrology Hospitals

Johns Hopkins Hospital

·         #1

Johns Hopkins Hospital

Baltimore, MD

·         #2

Mayo Clinic

Rochester, MN

·         #3

New York-Presbyterian University Hospital of Columbia and Cornell

New York, NY

See all Best Neurology & Neurosurgery Hospitals

Bascom Palmer Eye Institute at the University of Miami

·         #1

Bascom Palmer Eye Institute at the University of Miami

Miami, FL

·         #2

Wills Eye Hospital

Philadelphia, PA

·         #3

Wilmer Eye Institute, Johns Hopkins Hospital

Baltimore, MD

See all Best Ophthalmology Hospitals

Hospital for Special Surgery

·         #1

Hospital for Special Surgery

New York, NY

·         #2

Mayo Clinic

Rochester, MN

·         #3

Cleveland Clinic

Cleveland, OH

See all Best Orthopedics Hospitals

McLean Hospital

·         #1

McLean Hospital

Belmont, MA

·         #2

Johns Hopkins Hospital

Baltimore, MD

·         #3

Massachusetts General Hospital

Boston, MA

See all Best Psychiatry Hospitals

National Jewish Health, Denver-University of Colorado Hospital

·         #1

Mayo Clinic

Rochester, MN

·         #2

National Jewish Health, Denver-University of Colorado Hospital

Aurora, CO

·         #3

Cleveland Clinic

Cleveland, OH

See all Best Pulmonology Hospitals

Rehabilitation Institute of Chicago

·         #1

Rehabilitation Institute of Chicago

Chicago, IL

·         #2

Kessler Institute for Rehabilitation

West Orange, NJ

·         #3

TIRR Memorial Hermann

Houston, TX

See all Best Rehabilitation Hospitals

Cleveland Clinic

·         #1

Johns Hopkins Hospital

Baltimore, MD

·         #2

Cleveland Clinic

Cleveland, OH

·         #3

Mayo Clinic

Rochester, MN

See all Best Rheumatology Hospitals

Johns Hopkins Hospital

·         #1

Johns Hopkins Hospital

Baltimore, MD

·         #2

Cleveland Clinic

Cleveland, OH

·         #3

Mayo Clinic

Rochester, MN

See all Best Urology Hospitals

Disclaimer and a note about your health


 

 

As fontes usadas em avaliações deste tipo são a opinião de médicos e outros especialistas, o número de camas por paciente, de enfermeiras por paciente, a mortalidade por mil casos etc.

Como sempre, há vieses, que seguem a qualidade da informação.   

         Um dos critérios usados para medir a qualidade dos hospitais se concentra na Web. O leitor pode se aprofundar nos resultados desse método consultando

 

http://hospitals.webometrics.info/en/world

           

Há uma correlação modesta entre rankings produzidos com metodologias diferentes. É uma situação diferente da que caracteriza as universidades, instituições que são avaliadas por empresas localizadas em diversos países com critérios e resultados semelhantes. A maioria dos melhores hospitais americanos está presente em várias listas. Não obstante, e mais uma vez como diferentes dos rankings de universidades, há um claro predomínio dos hospitais indicados pelo U.S. News and World Report.

Em outra fonte, há três hospitais brasileiros entre os quatro melhores da América Latina, o INCA, o Einstein e o Instituto do Coração do Hospital das Clínicas. Infelizmente, os hospitais latino-americanos não figuram entre os melhores do mundo. Não obstante a instituição avaliadora, a Ranking Web of Hospital ressalta as limitações do método usado, que chamam de webometrics, e, com toda a honestidade, enfatizam que esse ranking é puramente acadêmico, fala mais de pesquisa e da produção de artigos e não deve ser usado como guia para pacientes.

A Cejka Executive Search produz o Becker’s Hospital Review que não produz rankings, mas indica cem excelentes hospitais.

Healthgrades é um website popular, que proporciona informações sobre médicos e hospitais. É um recurso acionado cerca de 250 milhões de vezes por ano. Um dos quadros mostra o número de hospitais que estão entre os cem melhores por estado.  A julgar pelos critérios dessa instituição, 22 estados americanos não tem um só hospital ranqueado entre os cem melhores. Florida e Califórnia estão no topo da lista. Surpreendentemente, Massachusetts está ausente desta lista de hospitais notáveis.   

É preciso cuidado ao selecionar. O sistema hospitalar americano, folgadamente o melhor do mundo, em boa parte visa lucro – mesmo os hospitais que não tem fim de lucro. E parte do gasto não é necessária. Dr. Eric Topol, que trabalha numa empresa que eu uso (fornece medicamentos), a Scripps Health, afirma que os gastos com a saúde nos Estados Unidos estão perto de três trilhões de dólares ao ano, mas que um terço, ou um trilhão, é puro desperdício.

Os hospitais querem lucro e anunciam principalmente os departamentos e programas que mais dão lucro, que podem não ser os melhores ranqueados. Alguns leitores ingênuos podem ver incompatibilidade entre os ideais da área da saúde (que existem mais na cabeça esperançosa dos pacientes do que na dos administradores hospitalares) e o objetivo de lucro. A realidade é essa: os melhores hospitais cobram caro. Querem expandir, adquirir sempre os equipamentos de ponta e pagar regiamente seus médicos e, sobretudo, seus administradores.

         Infelizmente, os melhores hospitais do mundo estão concentrados nas áreas com renda per capita mais alta. Há uma diferença muito grande na qualidade do serviço hospitalar entre os Estados Unidos, Canadá, Austrália, Nova Zelândia e a Europa Ocidental, de um lado, e a África, o mundo árabe e boa parte da América Latina:

 

A PARTICIPAÇÃO DAS REGIõES MUNDIAIS NA QUALIDADE DOS HOSPITAIS

Distribuição por Continente

 

 

 

 

 

CONTINENTE

 200 MELHORES

500 MELHORES

1000 MELHORES

 

 

 

 

USA & Canada

118

293

562


 

Europa

56

139

281

 

 


 

Asia

19

48

108

 

 


 

Resto da América

5

8

17

 

 


 

Oceania

2

8

22

 

 


 

Mundo Árabe

 

4

7

 

 


 

Africa

 

 

3

 

 

 

 

 

Como ler esse quadro? Vamos ao que interessa: dos 200 melhores hospitais do mundo, 118 estão nos Estados Unidos e no Canadá, 56 na Europa e assim por diante. No “resto da América”, que nos inclui, encontramos, apenas, 5 dos melhores duzentos hospitais e dois na Oceania. Infelizmente, nenhum no mundo árabe e nenhum na África.

É preciso escolher cuidadosamente quem e onde tratará você.

Não é tarefa fácil.

 

 

GLÁUCIO SOARES

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s