DE QUE MORREM OS JOVENS ALCOÓLATRAS?

De que morrem os jovens quando alcoolizados? Talvez a opinião mais comum é a de que as mortes mais frequentes são no trânsito.

Não é assim nos Estados Unidos. Uma pesquisa feita pela organização ativista, Mothers Against Drunk Driving (MADD), revelou que 32% dessas mortes era no trânsito, mas 68% tinham outras causas. Nada menos de 30% eram homicídios, o que confirma muitos estudos que ligam o homicídio ao alcoolismo, tanto da vítima quanto do assassino. Nada menos de 14% eram suicídios, também confirmando pesquisas anteriores que apontam o alcoolismo como um dos principais fatores de risco do suicídio. Nada menos de 12% morreram de envenenamento através de bebidas alcoólicas! Os 15% faltantes morreram por outras causas.   

Qual a relevância desses dados para a prevenção?

A maior é que não basta impedir que o jovem alcoolizado dirija, impedindo o acesso ao veículo, com frequência não deixando as chaves ao alcance d@ jovem. É preciso mais, é preciso impedir que beba demais. O mesmo relatório afirma que o agente social com mais poder de impedir/estimular o alcoolismo dos jovens é a família. A combinação desses conhecimentos ensina que a prevenção eficiente passa pela família do jovem.

O dia 21 de abril foi eleito o dia em que todos os pais americanos devem começar a conversar com seus filhos e filhas a respeito de bebidas alcoólicas e do alcoolismo.

 

GLÁUCIO SOARES      IESP/UERJ 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s