PERESTROIKA E SUICÍDIOS

De 1986 a 1988, Gorbachev, colocou em vigor um programa que reduziu o consumo de álcool na antiga União Soviética. Qual o efeito dessas leis sobre o suicídio? Um grupo pesquisou e respondeu à pergunta analisando o conteúdo de álcool no sangue de suicidas na Estônia, o que era feito regularmente. Antes do programa, a proporção dos suicidas com 0.5‰ ou mais de álcool no sangue era de 48%; durante o programa baixou para 35%, voltando a subir depois do programa, para 41%. Controlando o álcool no sangue vemos com clareza a quem o programa atingiu: houve redução de 39% no número dos suicidas com mais álcool no sangue do que o permitido e um aumento não significativo de 3% nos suicídios sóbrios. Terminado o programa por Yeltsin, houve um aumento de 28% nos BACpositivos e nenhuma alteração nos sóbrios.

A conclusão é clara: o programa de redução do alcoolismo reduziu o número de suicídios de pessoas alcoolizadas e não alterou o de pessoas não alcoolizadas.   

 Saiba mais: Airi Värnik, Kairi Kõlves, Marika Väli, Liina-Mai Tooding & Danuta Wasserman. “Do alcohol restrictions reduce suicide mortality?”

Baixe a pesquisa: www.laboratoriosilesia.com/upfiles/sibi/P030752.pdf

 GLÁUCIO SOARES     IESP/UERJ


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s