Desativando proteínas que provocam o crescimento dos tumores

Pesquisas realizadas por Fillippo Giancotti e colaboradores no Memorial Sloan-Kettering Cancer Center revelaram que uma alta percentagem das células de canceres que não respondem mais ao tratamento (anti)hormonal (Lupron e outros) expressam níveis altos de uma proteína chamada β4 integrin.
O que acontece se essa proteína faltar? O crescimento dos tumores fica muito prejudicado. Como? Bloqueando a ativação de proteínas oncogênicas (que geram câncer) chamadas ErbB2 e c-Met, que são responsáveis por manter as células tronco do câncer da próstata.
Se conseguirmos evitar a produção e a circulação da β4 integrin, aquelas proteínas oncogênicas permanecem desativadas e o câncer não cresce.
Claro que o problema é como fazer isso. Mas já resolvemos (nós, a humanidade) um problema anterior que responde à pergunta: O QUE FAZER?
Estou certo de que veremos muitas pesquisas enveredando por esse caminho que talvez beneficiem muitos dos pacientes de hoje e certamente beneficiarão muitos dos pacientes do futuro.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s