PEQUENA MOLÉCULA REDUZ A METÁSTASE ÓSSEA

Raymond Bergan é um pesquisador de renome, associado com a Northwestern University em Illinois. Ele acaba de nos lembrar que “não é o câncer original que é letal, mas …a metástase.” Aproveitando a maior experiência do câncer da mama, estão desenvolvendo um medicamento que impede – ou, pelo menos, dificulta muito a metástase. Com isso, permite aos médicos que tratem melhor a doença ainda  localizada. O medicamento não escapou aos nomes estranhos característicos desta fase: KBU2046. 
O que é o KBU2046? 
É uma pequena molécula que gruda nas proteínas que estão no tumor e que promovem a metástase. Gruda e neutraliza. Com isso, as células não podem se movimentar e atingir órgãos distantes como o pulmão ou o cérebro. Bergan diz que é como desligar o interruptor do mecanismo que manda a célula passear pelo corpo humano e se instalar em outro lugar.  
Ainda estão na Fase que lida com camundongos. Primeiro, injetaram células cancerosas humanas altamente agressivas, depois submeteram os camundongos a cinco semanas de tratamento com o medicamento. Depois, abriram o pulmão dos camundongos e verificaram que não havia metástase. O pulmão é um dos lugares favoritos da metástase desse tipo de câncer. 
O medicamento parece seguro, sem os pesados efeitos colaterais de outros medicamentos, como o Lupron, que inibe temporariamente a produção de testosterona (é o medicamento que tomo atualmente e os efeitos colaterais são desagradáveis). O KBU2046 quase não afeta as células normais – daí os efeitos colaterais serem mínimos. 
Bergan acha que o KBU2046 poderá ser usado em outros cânceres. A grande dúvida é se um medicamento que funciona com animais, funciona com humanos. Muitas vezes a resposta foi negativa; em outros casos, foi positiva. 
A próxima etapa será um teste na Fase I e II, com um pequeno número de pacientes para ver se funciona mesmo, quais as doses recomendáveis e os efeitos colaterais. São testes mais baratos. Somente depois virá um teste Fase III, com muitos pacientes, grupos controle e tudo o mais. São caríssimos.
Se um inibidor EFICIENTE de circulação for criado, o câncer da próstata será uma doença chata, localizada, mas não letal.
GLÁUCIO SOARES                       IESP/UERJ

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s